2 de janeiro de 2014

Feliz Ano Novo !


Desejo um feliz ano novo a todos os amigos do "bistrot". Que 2014 só vos traga coisas boas !

Até breve.

25 de dezembro de 2013

Feliz Natal !

Caros amigos do bistrot,


Em primeiro lugar, peço-vos desculpa pela minha ausência prolongada. Alguns eventos que ocorreram recentemente na minha vida obrigaram-me a ficar mais uma vez sossegada, afastada da cozinha e dos tachos...

Espero poder reaparecer por aqui em breve para partilhar mais coisas boas.

Por enquanto, deixo-vos aqui descobrir uma deliciosa tradição açoriana própria desta altura do ano.

Desejo-vos um Natal muito feliz, cheio de paz e de amor.

Até já !

14 de novembro de 2013

Carne espiritual


(com e sem Bimby)

Não conheço - ainda - pessoalmente a Susana, autora do maravilhoso blog No Soup For You, mas é daquelas pessoas pelas quais senti logo uma simpatia inexplicável. Gosto do que ela expressa no blog e do que se adivinha da sua personalidade, simplesmente. O livro de culinária que escreveu veio ainda reforçar as minhas primeiras impressões. Velocidade Colher * Entre Tachos e Bimby é uma obra cheia de vida, de inteligência e de frescura, além de conter receitas tão deliciosas quanto infalíveis, que se use ou não a Bimby. Este prato onde o habitual bacalhau é substituído por carne desfiada foi a primeira que testei. Em casa, todos adoraram a sua textura fofa e o seu sabor reconfortante.

Ingredientes para 6 pessoas

  • 400 g de batatas, descascadas e cortadas em cubos 
  • 200 g de cenoura, descascada e cortada em pedaços 
  • leite q.b. 
  • sal & pimenta preta moída no momento 
  • 1 pitada de noz-moscada 
  • 1 cebola, cortada em quartos 
  • 2 dentes de alho 
  • 25 g de azeite 
  • 400 g de sobras de carne cozinhada, desfiada - ou a mesma quantidade de carne de novilho magra, picada no talho
  • 100 g de cogumelos frescos - tipo Paris, cortados em quartos 
  • 120 g de pão de véspera 
  • maionese q.b. 
  • 50 g de queijo da ilha ralado


Preparação (Bimby)

Colocar os cubos de batata e os pedaços de cenoura no copo. Juntar 200 g de leite e cozinhar 30 min./ 90ºC/ vel. 1

Temperar com sal, pimenta e a noz-moscada. Triturar 20 seg./ vel. 4. Transferir o puré para uma tigela grande e reservar. 

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Colocar os pedaços de pão numa tigela e embeber com um pouco de leite quente. 

Colocar os quartos de cebola, o alho e o azeite no copo limpo. Picar 5 seg./ vel. 5

De seguida, refogar durante 5 min./ Varoma/ vel. 1

Juntar a carne desfiada e os cogumelos. Cozinhar 6 min./ 100ºC, vel. 1/ inversa.

Adicionar o pão e programar 1 min./ 100ºC/ vel. 2/ inversa

Juntar o preparado ao puré reservado e envolver muito bem com uma espátula ou uma colher de pau. 

Transferir o preparado para um tabuleiro de forno. Alisar a superfície com uma espátula e cobrir com uma camada fina de maionese. 

Polvilhar com o queijo ralado e levar ao forno - a 180ºC - durante cerca de 30 minutos, ou até dourar.

Deixar repousar no forno desligado durante 8-10-minutos antes de servir. Acompanhar com salada mista.

***

Sem Bimby

Cozer os pedaços de batata e de cenoura em água a ferver temperada de sal até ficarem tenros. 

Escorrer muito bem e reduzir em puré com o auxílio de um passe-vite. 

Colocar o puré num tacho, em lume brando. Juntar leite aos poucos, mexendo com uma colher de pau, até obter um puré cremoso e consistente. Temperar com sal, pimenta e noz-moscada. Mexer muito bem e reservar.

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Colocar os pedaços de pão numa tigela e embeber com um pouco de leite quente.

Picar finamente a cebola e os alhos. Refogar no azeite aquecido em lume médio até a cebola ficar transparente, mexendo com frequência para não deixar queimar.

Adicionar a carne desfiada e os quartos de cogumelo. Cozinhar durante aproximadamente 5-6 minutos, mexendo de vez em quando.

Envolver o pão embebido em leite e retirar do lume. Misturar muito bem o preparado com o puré reservado.

Transferir o preparado para um tabuleiro de forno. Alisar a superfície com uma espátula e cobrir com uma camada fina de maionese. 

Polvilhar com o queijo ralado e levar ao forno - a 180ºC - durante cerca de 30 minutos, ou até dourar.

Deixar repousar no forno desligado durante 8-10-minutos antes de servir. Acompanhar com salada mista.

Fonte : receita adaptada do livro Velocidade Colher * Entre Tachos e Bimby, de Susana Gomes - Ed. Bertrand (Portugal)

Bimby : Thermomix - Pimenta : Pimenta do reino - Novilho : Boi - Carne picada : Carne moída - Talho : Açougue - Pão de véspera : Pão amanhecido - Passe-vite : Passapuré

8 de novembro de 2013

Minestrone com grão-de-bico


(com e sem Bimby)

Tardou, mas o Outono instalou-se finalmente. Já apetece sopa para o jantar. Esta variante de minestrone com grão-de-bico é muito saborosa.

Ingredientes para 6 pessoas

  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola média, em quartos
  • 180 g de couve de repolho branca, em pedaços
  • 30 g de azeite
  • 120 g de cenoura, cortada em rodelas finas
  • 50 g de pau de aipo, fatiado finamente
  • 180 g de tomate maduro, em pedaços
  • 2 folhas de salva fresca - ou 1 colher (chá) de salva seca
  • 1 colher (chá) de sal grosso marinho
  • pimenta preta moída no momento
  • 2 cubos de caldo de legumes
  • 1 l de água
  • 100 g de massa tubular pequena - tipo ditalini, cotovelinhos...
  • 1 lata grande de grão-de-bico cozido

Preparação

Passar o grão-de-bico sob água fria corrente e deixar escorrer. 

Colocar os dentes de alho, os quartos de cebola, os pedaços de couve e o azeite no copo. Picar 5 seg./ vel. 5

Baixar os resíduos das paredes do copo com a espátula. Envolver as rodelas de cenoura e o aipo fatiado. Saltear 5 min./ Varoma/ vel. colher/ inversa

Juntar os pedaços de tomate, o louro, a salva, o sal, pimenta à gosto, os cubos de caldo e a água. Programar 25 min./ 100ºC/ vel. colher/ inversa

Adicionar a massa e cozinhar 6 min./ 100ºC/ vel. colher/ inversa

Juntar o grão-de-bico e programar mais 2 min./ 100ºC/ vel. colher/ inversa.

Retirar a sopa do copo e juntar mais um pouco de água quente se isso for necessário. Servir de seguida.

Fonte : receita adaptada da revista Bimby * Maio 2013.

***

Sem Bimby

Passar o grão-de-bico sob água fria corrente e deixar escorrer.

Picar finamente a cebola, os alhos e o repolho.

Aquecer o azeite numa panela. Juntar a cebola, os alhos, o repolho, as rodelas de cenoura e as fatias de aipo. Refogar durante 5-7 minutos em lume médio, mexendo com frequência.

Adicionar os pedaços de tomate, o louro, a salva e os cubos de caldo. Cobrir com a água. Temperar com sal e pimenta.

Levar a ferver e baixar o lume. Deixar fervilhar em lume médio-baixo durante 20 minutos.

Juntar a massa e deixar levantar fervura. Cozinhar por mais 6 minutos.

Envolver o grão-de-bico e deixar fervilhar durante mais 2 minutos. Rectificar os temperos e servir de seguida.

Bimby : Thermomix - Aipo : Salsão - Salva : Sálvia - Pimenta : Pimenta do reino - Massa : Macarrão

27 de outubro de 2013

Lombinhos de porco com molho de mel e mostarda


De realização muito simples, estes lombinhos delicados vão sem dúvida seduzir as papilas gustativas de todos os amadores de sabores agridoces.

Ingredientes para 4-5 pessoas

  • 2 lombinhos de porco, limpos de gorduras
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • 4 colheres (sopa) de mostarda de Dijon
  • 2 colheres (sopa) de alecrim fresco, picado
  • 2 folhas de louro
  • azeite q.b.
  • sal & pimenta preta moída no momento
  • vinho branco q.b.


Preparação

Temperar os lombinhos com sal e pimenta. Reservar.

Numa assadeira, misturar muito bem o mel com a mostarda e o alecrim. Envolver a carne no preparado até ficar bem revestida.

Regar com um fio de azeite e um pouco de vinho branco. Juntar as folhas de louro e deixar repousar.

Entretanto, pré-aquecer o forno a 200ºC.

Levar os lombinhos a assar no forno durante aproximadamente 30 minutos, regando de vez em quando com o próprio molho.

Deixar repousar durante 5-7 minutos no forno desligado antes de fatiar.

Dispor as fatias de carne numa travessa e servir de imediato, com o molho à parte. Acompanhar com curgetes no forno, por exemplo.

Fonte : receita adaptada da revista Continente Magazine nº 35 (Portugal)

Pimenta : Pimenta do reino - Curgete : Abobrinha

22 de outubro de 2013

Curgetes no forno com ervas e queijo


Estas curgetes gratinadas são muito mais leves que aquelas que costumamos ver nos livros de culinária italianos ou franceses pois não levam natas nem ovos. Todavia, ficam deliciosas. Um acompanhamento óptimo para grelhados de carne ou de peixe.

Ingredientes para 4-6 pessoas

  • 500 g de curgetes, cortadas em rodelas finas
  • 2 dentes de alho, picados finamente
  • 1 colher (sopa) de orégãos secos
  • 2 colheres (sopa) de salsa fresca, picada finamente
  • 2-3 colheres (sopa) de água
  • sal & pimenta preta moída no momento
  • 4 colheres (sopa) de azeite
  • 4-6 colheres (sopa) de parmesão queijo da ilha, ralado em fios

Preparação

Pré-aquecer o forno a 200ºC.

Dispor as rodelas de curgete num tabuleiro de forno amplo, de forma harmoniosa. Polvilhar com o alho picado, a salsa e os orégãos.

Regar com a água. Temperar com sal e pimenta. Regar com o azeite e polvilhar com o queijo ralado.

Cobrir com uma folha de alumínio alimentar e levar ao forno - a 200ºC - durante 20 minutos.

Remover a folha de alumínio e deixar assar por mais 5-7 minutos, ou até o queijo se apresentar derretido.

Retirar do forno e servir de seguida.

Curgete : Abobrinha - Orégão : Orégano - Pimenta : Pimenta do reino - Tabuleiro de forno : Assadeira - Natas : Creme de leite

19 de outubro de 2013

Bacalhau à comadre


Este prato tem algumas parecenças com o bacalhau espiritual, só que leva um pouco mais de vegetais. Já cozinhei a receita várias vezes e foi sempre um sucesso. Um bacalhau perfeito para um almoço de domingo com a família.

Ingredientes para 6 pessoas

  • 600 g de migas de bacalhau, demolhadas
  • 400 g de batata frita palha
  • 3 cenouras, raladas
  • 2 alhos-franceses, cortados em rodelas finas
  • 1 cebola grande, picada finamente
  • 800 ml de leite morno
  • 80 g de farinha
  • 1 noz de manteiga
  • 1 pitada de noz-moscada moída
  • sal & pimenta preta moída no momento
  • 40 ml de azeite
  • 40 g de queijo da ilha ralado - ou emmental, gruyère, parmesão...

Preparação

Aquecer o azeite numa caçarola de saltear ampla. Juntar a cebola picada, as rodelas de alho-francês e as cenouras raladas. Refogar em lume médio durante 5-6 minutos, mexendo frequentemente.

Adicionar as migas de bacalhau e refogar durante mais 5-6 minutos, mexendo com frequência.

Transferir o preparado para uma tigela grande e adicionar a batata palha. Misturar muito bem. Temperar com sal e pimenta. Reservar.

Pré-aquecer o forno a 200ºC.

Derreter a manteiga num tacho e juntar a farinha. Mexer constantemente até a farinha ficar dourada.

Adicionar o leite aos poucos sem nunca parar de mexer com uma vara de arames para evitar a formação de grumos. Levar a ferver em lume médio, mexendo constantemente até engrossar.

Envolver 2/3 do molho branco no preparado de bacalhau. Transferir para uma assadeira e alisar a superfície com uma espátula.

Cobrir com o molho branco restante e polvilhar com o queijo ralado. Levar ao forno - a 200ºC - até ficar bem quente e dourado.

Retirar do forno e servir de seguida, acompanhando com salada mista.


Alho-francês : Alho-porró - Pimenta : Pimenta do reino - Bimby : Thermomix

5 de outubro de 2013

Rillettes de porco com especiarias


(Bimby)

As rillettes são uma espécie de paté com uma consistência fibrosa muito agradável. Sou viciada nelas. Como não as encontra à venda na Terceira, costumo fazê-las em casa. Esta receita com mais especiarias que a tradicional ficou excelente.

Ingredientes para 2-3 frascos

  • 150 g de banha de porco
  • 300 g de entremeada, cortada em pedaços pequenos
  • 300 g de rojões de porco
  • 600 g de água
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 5 g de folhas de salsa
  • 5 g de folhas de coentros
  • 1 folha de louro
  • 1 colher (chá) de ervas de Provence
  • 5 grãos de pimenta preta
  • 1 cravinho da Índia
  • 1 colher (chá) de gengibre em pó

Preparação

Colocar 80 g de banha no copo, assim como os pedaços de entremeada e os rojões. Saltear 5 min./ Varoma/ vel. 1.  

Adicionar a água e o sal. Cozinhar 50 min./ Varoma/ vel. 1.

Juntar a salsa, os coentros, as ervas de Provence, os grãos de pimenta, o cravinho, o gengibre e a folha de louro. Programar 30 min./ Varoma/ vel. 1, sem o copo medidor mas com a Varoma sobre a tampa para evitar os salpicos.

Remover a folha de louro. Triturar 6 seg. / vel. 6. Distribuir as rillettes por frascos previamente esterilizados

Colocar a banha restante no copo limpo. Derreter 4 min./ 100ºC/ vel. 2.  

Verter a banha derretida sobre as rillettes e fechar hermeticamente os frascos. Deixar arrefecer por completo antes de consumir. 

Acompanhar com pão fresco - ou torrado - e cornichons (pickles de pepino).

Fonte : receita adaptada da revista Bimby * Dezembro de 2012


Entremeada : Barriga de porco -  Pimenta : Pimenta do reino - Frasco : Vidro - Bimby : Thermomix

2 de outubro de 2013

Potpie de frango com ervilhas e alho-francês


Fiz esta pie para o almoço de domingo porque queria aproveitar umas sobras de frango de churrasco. Tanto o recheio como a cobertura ficaram deliciosos. Um prato de preparo simples mas que vai impressionar os seus convivas, tanto pela apresentação como pelo sabor.

Ingredientes para 4-6 pessoas

  • 140 g de manteiga, à temperatura ambiente
  • 100 g de bacon, cortado em palitos finos - opcional
  • 2 alhos-franceses grandes, cortados em meias-luas finas
  • 160 g de ervilhas congeladas
  • sal & pimenta preta moída no momento
  • 375 g de farinha
  • 60 ml de vinho branco seco
  • 850 ml de caldo de galinha
  • 3/4 frango, previamente cozinhado
  • 4 colheres (chá) de fermento para bolos - tipo pó Royal
  • +/- 400 ml de leite

Preparação

Descartar os ossos e a pele do frango. Desfiar grosseiramente a carne e reservar.

Aquecer 60 g de manteiga num tacho até esta derreter. Juntar os palitos de bacon e saltear em lume médio até ficarem ligeiramente dourados.

Adicionar as meias-luas de alho-francês e as ervilhas. Temperar com sal e pimenta. Saltear em lume médio durante aproximadamente 8 minutos.

Polvilhar com 60 g de farinha e mexer sem parar durante 2 minutos.

Regar com o vinho e o caldo, mexendo. Deixar levantar fervura e baixar o lume. Cozinhar em lume brando, mexendo de vez em quando, até o molho engrossar.

Envolver o frango desfiado e rectificar os temperos. Transferir o preparado para uma assadeira e reservar.

Pré-aquecer o forno a 190ºC.

Misturar a farinha restante, uma pitada de sal e o fermento no copo de uma batedeira. 

Juntar a manteiga restante. Misturar até que se formem pequenos grumos irregulares do tamanho de ervilhas.

Adicionar o leite e mexer com uma espátula de borracha ou uma colher de pau até obter uma massa homogénea. Se isso for necessário, acrescentar mais um pouco de leite.

Cobrir o preparado reservado na assadeira com colheradas de massa. Levar ao forno - a 190º C - durante 30-35 minutos, ou até a cobertura ficar bem dourada e o recheio começar a borbulhar.

Retirar do forno e deixar repousar por 10 minutos antes de servir.

Fonte : receita ligeiramente adaptada do livro Cozinha Boa e Fácil * Jantares Simples, de Carrolyn Carreño - Ed. Círculo de Leitores (Portugal)

Alho-francês : Alho-porró 
Pimenta : Pimenta do reino

28 de setembro de 2013

Salada de cuscuz com atum e tomate seco


(com e sem Bimby)

Esta foi uma das nossas saladas de Verão favoritas. Com atum, é uma óptima refeição ligeira. Sem ele, um excelente acompanhamento para grelhados. Também é ideal para a marmita do almoço - ou da praia. E como os dias continuam quentes, vai ser o meu almoço de hoje.

Ingredientes para 3-4 pessoas


  • 250 g de cuscuz
  • 40 g de tomate seco em azeite, escorrido
  • 250 ml de água
  • 1 cubo de caldo de legumes
  • 20 ml de azeite + um fio
  • sumo de 1 limão pequeno
  • 1 colher (sopa) de mel
  • 250 g de atum de conserva, escorrido
  • 1 ramo pequeno de ervas frescas - salsa, coentros, hortelã, cebolinho, manjericão...


Preparação (Bimby)

Dispor o cuscuz numa tigela e envolver o fio de azeite, misturando até os grãozinhos ficarem bem soltos. Reservar.

Colocar as ervas no copo e picar 2 seg./ vel.7. Retirar e reservar.

Colocar os tomates secos no copo e picar 5 seg./ vel. 7. Baixar os resíduos das paredes do copo com a espátula.

Juntar a água e o cubo de caldo. Programar 5 min./ 100ºC/ vel. 1.

Regar o cuscuz com o preparado e cobrir com um pano de cozinha. Deixar repousar durante 10 minutos e soltar os grãozinhos, misturando com um garfo.

Colocar o azeite restante, o sumo de limão, o mel e o atum no copo. Envolver 5 seg./ vel. 2.

Deitar o preparado anterior sobre o cuscuz, assim como as ervas picadas. Envolver delicadamente com o grafo.

Deixar arrefecer e cobrir com filme transparente. Reservar no frigorífico até ao momento de servir.

Fonte : receita ligeiramente adaptada da revista Bimby * Agosto 2013 (Portugal)

***

Sem Bimby

Dispor o cuscuz numa tigela e envolver o fio de azeite, misturando até os grãozinhos ficarem bem soltos. Reservar.

Picar os tomates secos e coloca-los num tacho pequeno, juntamente com o cubo de caldo e a água. Levar a ferver.

Regar o cuscuz com o preparado e cobrir com um pano de cozinha. Deixar repousar durante 10 minutos e soltar os grãozinhos, misturando com um garfo.

Bater o azeite com o mel e o sumo de limão até obter um molho homogéneo, com o auxílio de uma vara de arames. Juntar o molho a tigela do cuscuz.

Desfiar o atum e juntar este a tigela, assim como as ervas previamente picadas. Envolver delicadamente e deixar arrefecer antes de cobrir com filme transparente.

Reservar no frigorífico até ao momento de servir.

Bimby : Thermomix - Sumo : Suco - Cebolinho : Cebolinha verde - Arrefecer : Esfriar - Frigorífico : Geladeira

25 de setembro de 2013

Batatas fritas no forno à moda da Keilla


A Keilla é uma amiga querida que está a passar uns tempos aqui em casa. Tem-me ajudado imenso na cozinha. A maior parte das vezes, ela é que trata dos acompanhamentos. Já nos preparou estas batatas "fritas" - assadas, na realidade - duas vezes. Ficam deliciosas, fofas no interior mas com uma crosta estaladiça por baixo. Um acompanhamento perfeito para fondue de carne, grelhados, etc.

Ingredientes para 4 pessoas

  • 1 kg de batatas grandes
  • 3-4 colheres (sopa) de azeite
  • 3 colheres (sopa) de queijo parmesão, ralado finamente
  • 2 colheres (sopa) de folhas de tomilho fresco - ou 1 colher (sobremesa) rasa de tomilho seco
  • sal & pimenta preta moída no momento

Preparação

Pré-aquecer o forno a 200ºC. Forrar um tabuleiro amplo com papel vegetal e reservar.

Descascar as batatas e cortar estas em palitos finos. Passar sob água fria corrente e escorrer. Colocar os palitos de batata num pano de cozinha e secá-los muito bem.

Transferir as batatas para uma tigela e juntar o azeite. Temperar com sal e pimenta. Envolver muito bem.

Colocar o tomilho e o queijo ralado num saco de plástico - tipo congelação - e adicionar as batatas. Fechar hermeticamente o saco e sacudir até as batatas ficarem bem revestidas pelos temperos.

Espalhar as batatas no tabuleiro, tentando que estas fiquem numa única camada. Levar ao forno - a 200ºC - durante aproximadamente 25-30 minutos, ou até se apresentarem douradas e cozidas.

Retirar do forno e servir de seguida.

Fonte : receita ligeiramente adaptada da revista Continente Magazine nº36.

Pimenta : Pimenta do reino - Papel vegetal : Papel manteiga - Tabuleiro : assadeira

21 de setembro de 2013

Pasticcio


O pasticcio é um prato de massa no forno bastante popular na Grécia como na Itália. Lembra um pouco lasanha feita com massa fusilli

Ingredientes para 4-5 pessoas


  • 250 g de massa fusilli (parafuso)
  • 4 colheres (sopa) de natas
  • azeite para untar
  • sal

Molho

  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 cebola, picada finamente
  • 2 dentes de alho, picados finamente
  • 3-4 folhas grandes de manjericão, picadas
  • 1 pimento vermelho, cortado em cubos pequenos
  • 500 g de carne de novilho, picada no talho
  • 1 lata pequena de tomate em pedaços (+/- 400 g)
  • 100 ml de vinho branco seco
  • 1 colher (sobremesa) de orégãos secos
  • 50 g de anchovas em azeite, escorridas e esmagadas
  • sal & pimenta preta moída no momento

Cobertura

  • 300 g de iogurte grego natural
  • 3 ovos
  • 1 pitada de noz-moscada moída
  • 40 g de queijo parmesão da ilha, ralado em fios

Preparação

Levar a massa a cozer "al dente" num grande volume de água a ferver temperada de sal. Escorrer a massa e colocar esta numa tigela. Envolver as natas e reservar.

Entretanto, preparar o molho. Aquecer o azeite e refogar a cebola picada juntamente com os cubinhos de pimento durante aproximadamente 3 minutos, em lume médio.

Juntar o alho e refogar durante mais 1 minuto. Adicionar a carne picada e continuar a refogar, mexendo sempre, até ficar bem solta e com uma cor acastanhada.

Adicionar os tomates e o vinho branco. Deixar levantar fervura em lume médio. Baixar o lume e deixar fervilhar durante aproximadamente 20 minutos, ou até espessar, mexendo de vez em quando.

Juntar o manjericão, os orégãos e as anchovas esmagadas, mexendo sempre. Temperar com sal e pimenta e retirar a caçarola do lume. Reservar.

Pré-aquecer o forno a 190ºC. Untar uma assadeira com azeite e reservar.

Numa tigela, bater muito bem o iogurte com os ovos e a noz-moscada. Reservar.

Espalhar metade da massa cozida no fundo da assadeira. Cobrir com metade do preparado de carne. Repetir a operação mais uma vez com os ingredientes restantes.

Espalhar a cobertura por cima e polvilhar com o queijo ralado. Levar ao forno - a 190ºC - durante 25-30 minutos, ou até ficar gratinado.

Deixar repousar 10 minutos no forno desligado antes de servir. Acompanhar com salada.

Ver a receita adaptada para a Bimby


Natas : Creme de leite - Pimento : Pimentão - Carne picada : Carne moída - Novilho : Boi - Talho : Açougue - Orégãos : Orégano - Anchova : Enchova, aliche - Pimenta : Pimenta do reino

15 de setembro de 2013

Gratinado italiano de curgete e tomate


Nesta altura do ano, tomates e curgetes estão no seu melhor. Aqui segue uma sugestão para cozinhar estes dois legumes mediterrânicos. Um gratinado diferente que acompanha grelhados na perfeição.

Ingredientes para 6 pessoas


  • 6 fatias de pão, sem a côdea, em pedaços
  • 6 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (sopa) de folhas de salsa
  • 1 colher (sopa) de folhas de coentros
  • 1 colher (sopa) de folhas de tomilho
  • sal & pimenta preta moída no momento
  • 400 g de tomate, em rodelas finas
  • 400 g de curgete, fatiada no sentido longitudinal

Preparação

Colocar os pedaços de pão e as ervas no copo de uma picadora. Triturar durante 30 segundos aproximadamente, ou até o pão ficar ralado grosseiramente.

Adicionar metade do azeite. Temperar com sal e pimenta. Triturar por impulsos até ficar tudo bem misturado. Reservar.

Dispor as fatias de curgete num cesto próprio para cozer ao vapor. Colocar água num tacho cujo tamanho se adapte ao do cesto. Encaixar o cesto no tacho e levar a água a ferver. Cozinhar por 10-12 minutos.

Retirar as curgetes do cesto e deixar amornar. Pré-aquecer o gril do forno.

Dispor as fatias de curgete e as rodelas de tomate num tabuleiro de forno, de forma alternada.

Polvilhar com a mistura de pão ralado e de ervas. Regar com o azeite restante.

Levar a grelhar durante 15-20 minutos, ou até formar uma ligeira crosta dourada. Retirar do forno e servir de seguida.


Curgete : Abobrinha - Côdea : Crosta - Pimenta : Pimenta do reino - Picadora : Processador de alimentos - Tabuleiro : Assadeira

6 de setembro de 2013

Peitos de frango recheados com fiambre e queijo


Um prato do dia à dia, simples e saboroso, espécie de versão de forno do célebre cordon bleu...

Ingredientes para 4 pessoas


  • 4 peitos de frango médios
  • 4 fatias finas de queijo - queijo da ilha, flamengo...
  • 4 fatias finas de fiambre
  • 50 ml de azeite
  • 1 noz de manteiga
  • 50 ml de vinho do Porto
  • 125 ml de caldo de carne quente
  • sal & pimenta preta moída no momento

Preparação

Pré-aquecer o forno a 190ºC.

Abrir os peitos de frango em livro com uma faca bem afiada sem separar completamente as duas metades.

Colocar cada fatia de queijo entre cada fatia de fiambre dobrada. Colocar uma fatia de fiambre com queijo sobre cada peito de frango, com a parte dobrada virada para fora.

Fechar os peitos de frango e prender com palitos de madeira. Temperar com sal e pimenta.

Aquecer o azeite juntamente com a manteiga numa frigideira. Dourar os peitos de frango de ambos os lados, em lume médio.

Transferir os peitos de frango para um tabuleiro e regá-los com a gordura da frigideira, assim como com o vinho do Porto previamente misturado com o caldo de carne.

Levar ao forno - a 190ºC - durante 18-20 minutos, regando ocasionalmente os peitos de frango com o próprio molho durante a cozedura.

Retirar do forno e servir de seguida, acompanhando com arroz árabe e salada mista.

Fiambre : Presunto cozido - Queijo flamengo : Queijo prato - Pimenta : Pimenta do reino

14 de agosto de 2013

Quenelles de peixe e iogurte com molho verde


As quenelles são uma especialidade da cidade francesa de Lyon. Preparam-se tradicionalmente com peixes de rio - como o lúcio - ou com frango. Em França, compram-se já prontas em qualquer supermercado, geralmente conservadas sob vácuo. Na Terceira, nada de quenelles à venda, claro. Nem de peixes de rio - que, de qualquer modo, dispenso. Usei pescada e também ficaram óptimas. Uma receita leve e saudável, mas todavia muito saborosa.

Ingredientes para 5-6 pessoas


  • 750 g de peixe branco - tipo pescada, abrótea, bacalhau fresco..., sem pele nem espinhas, cortado em pedaços
  • 2 claras de ovo pequenas
  • 1/2 colher (chá) de sementes de coentros moídas
  • 1 colher (café) de noz-moscada moída
  • sal & pimenta preta moída no momento
  • 150 g de iogurte natural
  • 1 cebola pequena, cortada em rodelas finas

Molho

  • 1 ramo pequeno de agriões - ou de espinafres
  • 300 ml de caldo de galinha
  • 2 colheres (sopa) de amido de milho (Maizena)
  • 150 g de iogurte natural
  • 2 colheres (sopa) de natas light

Preparação

Colocar os pedaços de peixe no copo de uma picadora. Triturar durante 30 segundos. Juntar as claras de ovo e triturar por mais 30 segundos.

Adicionar as sementes de coentros, a noz-moscada e o iogurte. Temperar com sal e pimenta. Triturar até obter um preparado homogéneo.

Transferir o preparado para uma tigela e cobrir com filme transparente. Reservar no frigorífico durante 30 minutos.

Entretanto, arranjar os agriões, guardando unicamente as folhas e as pontas mais tenras. Lavar e deixar escorrer.

Com as mãos ligeiramente humedecidas, moldar as quenelles, formando pequenos charutos com o preparado de peixe. Reservar sobre um prato humedecido.

Encher uma frigideira ampla com 5 cm de água. Levar a ferver e juntar as rodelas de cebola.

Adicionar as quenelles. Cobrir com uma tampa e deixar fervilhar durante 8-10 minutos, virando as quenelles uma vez durante a cozedura. 

Retirar as quenelles da frigideira e deixar escorrer. Reservar num local aquecido.

Colocar os agriões e o caldo de galinha num copo medidor e triturar com a varinha mágica. Transferir o preparado para um tacho. 

Misturar muito bem o amido de milho com o iogurte. Adicionar a mistura ao tacho do caldo com agriões e levar a ferver, mexendo.

Incorporar as natas. Temperar com sal e pimenta. Envolver e retirar o tacho do lume.

Dispor as quenelles numa travessa e regar estas com o molho verde. Servir de seguida, com arroz e salada.


Fonte : receita adaptada do livro Cozinha Francesa - Ed. Parragon Books (Portugal)

Semente : Grão - Pimenta : Pimenta do reino - Ramo : Maço - Natas : Creme de leite - Picadora : Processador de alimentos - Frigorífico : Geladeira - Varinha mágica : Mixer

7 de agosto de 2013

Pasta e ceci (Massa com grão-de-bico)


Já há algum tempo que me apetecia cozinhar este clássico da culinária tradicional italiana. À primeira vista, pode parecer uma sopa mas não o é. Lembra mais um risotto, tanto na textura - cremosa - como no modo de confecção. A receita aqui apresentada é uma compilação de várias que vi em livros e na Internet. Simples e substancial, fica deliciosa, com um aroma extraordinário e uma consistência única.

Ingredientes para 4 pessoas

  • 90 g de bacon, cortado em palitos finos
  • 1 cebola média, picada finamente
  • 3 dentes de alho, picados finamente
  • 1 pau de aipo, cortado em cubos muito pequenos
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (sopa) de salva fresca, picada (ou alecrim, rosmaninho...)
  • 1 lata grande de grão-de-bico
  • 1 colher (sopa) de concentrado de tomate
  • 1 l de caldo de galinha
  • 120 g de massa tubular de pequeno formato - usei cotovelos médios riscados
  • sal & pimenta preta moída no momento
  • 3 colheres (sopa) de salsa fresca picada


Preparação

Colocar a cebola picada, os cubinhos de aipo e os alhos numa caçarola de saltear. Regar com o azeite e polvilhar com a salva. Refogar em lume muito brando durante 15 minutos, sem deixar queimar.

Entretanto, passar o grão-de-bico sob água fria corrente e deixar escorrer.

Grelhar os palitos de bacon em seco numa frigideira anti-aderente. Reservar.

Juntar o grão-de-bico à caçarola. Cobrir com 500 ml de caldo de galinha e envolver o concentrado de tomate. Deixar borbulhar em lume brando durante 30 minutos.

Retirar aproximadamente 2/3 do grão-de-bico da caçarola com o auxílio de uma espumadeira e reservar.

Triturar o grão-de-bico que restou na caçarola com o auxílio de uma varinha mágica até obter um puré.

Voltar a colocar o grão-de-bico reservado na caçarola e juntar os palitos de bacon.

Adicionar a massa. Temperar com sal e pimenta. Cozinhar em lume brando, sem parar de mexer e juntando pequenas quantidades de caldo de galinha aos poucos até a massa se apresentar cozida "al dente". O molho deve ficar espesso e cremoso - "empapado" - como se vê na foto acima.

Polvilhar com a salsa picada e servir de seguida.

Massa : Macarrão - Aipo : Salsão - Salva : Salvia - Concentrado de tomate : Extrato de tomate - Pimenta : Pimenta do reino - Varinha mágica : Mixer